terça-feira, 31 de maio de 2011

Feliz Aniversário, Duduca meu amor!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Minha amiga; a melhor que já tive...
Minha esperança; toda a fonte...
Minha alegria; o sorriso mais lindo do mundo...
a maior lealdade, a maior fidelidade, a maior felicidade que o mundo já me proporcionou...
minha pequena de fios louros, minha mãozinha quente que está sempre com a minha,
Meu "grude" maior que um chiclete...
Minha filha linda, o melhor e o maior presente que Deus me deu...
Feliz Aniversário!!!!!!!!!!!!!!!!!!
D.Frick

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Da descoberta das palavras

Finalmente ela descobriu as palavras!
Descobriu o "a" e descobriu o "ba",
Descobriu "café" e "pato" e tantas outras palavras que falamos sem pensar...
Ah...o despertar para as palavras...
As vezes encontro-me a admirar a beleza, o cuidado e alegria de descobri-las...
Então penso que deveríamos ter o mesmo procedimento ao usar essas mesmas palavras na nossa fase adulta...
Por que não aprendemos com as crianças?
D.Frick

domingo, 8 de maio de 2011

Mãe

Eu não preciso do dia de hoje, estipulado por um calendário, para lembrar de você.
Eu não preciso do dia de hoje, para reconhecer tudo que você significa pra mim.
O amor incondicional, a proteção, o abrir mão pelo filho, o saber reconhecer que eles cresceram e adaptar-se tão bem à despedida de suas asas protetoras...
Elas ainda protegem e amam, mas também acenam para nosso progresso, apertam para nossos problemas, acolhem quando precisamos de colo novamente...
Não sei ao certo como descrever você, mamy querida...
Só sei dizer que tento todos os dias ser uma mãe para minha pequena,  que signifique ao menos a metade do que você significa pra mim...
Obrigada!
D.Frick

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Da série "verdades da vida"

Quando se está feliz, emite-se luz.
É uma luz tão forte que ofusca as pessoas.
Algumas possuem lentes que filtram a claridade e assim, conseguem compartilhar a felicidade alheia.
Outros não.
Agora, quando se está triste, quando se tem brigas e discórdias na vida, muitos comemoram. Vibram.
Aquietam-se satisfeitos por presenciarem tudo aquilo.
Sinto muito, mas sou do grupo "do contra".
Recuso-me a causar esse tipo de felicidade alheia...
A minha alegria renasce, brota por entre os destroços que a tempestade deixa pra trás.
Emito então, a minha luz.
D.Frick